E, quando orares, não sejas como os hipócritas; pois se comprazem em orar em pé nas sinagogas, e às esquinas das ruas, para serem vistos pelos homens. Em verdade vos digo que já receberam o seu galardão. Mas tu, quando orares, entra no teu aposento e, fechando a tua porta, ora a teu Pai que está em secreto; e teu Pai, que em secreto, te recompensará publicamente.

Mt 6:5,6

PARADIGMAS DA ORAÇÃO:

  1. Pensar que Deus age porque orei!
  2. Pensar que Deus vai nos ouvir!
  3. Falar em vez de ouvir a Deus!
  4. Pensar que oração é uma iniciativa nossa que coloca Deus em movimento!

4a. Deus está em movimento, agindo na história!

4b. Deus está envolvido na história!

4c. Deus vai agir, eu orando ou não!

4d. Deus quer nos envolver na história!

4e. Deus ama parceria conosco!

Qual o propósito da oração? Para que Deus nos revele o que ELE vai fazer e nos inclua em Seus projetos: “Certamente o Senhor DEUS não fará coisa alguma, sem ter revelado o seu segredo aos seus servos, os profetas.” (Am 3:7); “Então o SENHOR falou consigo mesmo: ‘Ocultarei de Abraão o que planejo realizar?’” (Gn 18:17,18)! A petição não pode ser a prioridade em nosso relacionamento com Deus; orar é intimidade, adoração e muitas vezes, apenas contemplação, sem palavras:“… a intimidade do Senhor é para quem o busca…”! (Sl 25:13-15)! Só teremos uma profunda intimidade com Deus, por meio do Espírito Santo, pois só Ele pode nos levar a uma plena comunhão de alma com Deus. “A nós, porém, Deus o revelou pelo Espírito. Pois, o Espírito sonda todas as coisas, até mesmo as profundidades de Deus” (I Cor 2,10). O Espírito nos leva às profundezas de Deus, ou seja, à intimidade; é Ele quem nos revela Deus. Ser íntimo do Senhor é apresentar-se ou estar diante d’Ele despojado de si mesmo; é desvelar-se, tirar as máscaras; esvaziar-se totalmente; apresentar-se como dependente unicamente d’Ele; sair da hipocrisia para a transparência. Estar totalmente “nu” diante de Deus implica, também, em não ter vontade própria; assumir a vontade de Deus e não estar cheio de si.

Pr. Paulo/Rocha Viva


Siga-nos e compartilhe: